A culinária nikkei do Peru (Japonês)

Transcrições disponíveis nas seguintes línguas:

(Japonês) Existe a comida nikkei peruana, que é muito interessante. Os primeiros imigrantes, naturalmente, desejavam apreciar a comida japonesa nos dias de festa, aniversários, casamentos. Mesmo não dispondo de muitos ingredientes, eles usaram de muitas estratégias para comporem os pratos.

Para fazer mochi (bolinho de arroz glutinoso) eles usavam mandioca. E quando ainda não havia umeboshi (ameixa curtida), foram buscar na selva uma flor parecida com lupinus e cujo sabor é semelhante a ume: curtiram-na em sal e apreciaram-na no lugar do ume. E se me perguntarem como é nos dias de hoje, ela é apreciada como se fosse uma conserva de Kyoto chamada shibazuke.

Quando se vai ao interior, naturalmente somos convidados à casa de nikkeis, quando podemos apreciar a culinária de antigamente. Como cogumelos secos, por exemplo. Antigamente, esses cogumelos valiam mais que prata; quando 1 onça valia cerca de 5 dólares, 1 onça de cogumelo custava uns 30 dólares. Por isso, só se podia comer em festas, comemorando aniversário ou casamento. Nessas ocasiões apreciavam o cogumelo shiitake e também não podia faltar o harusame e faziam nimono, um tipo de vários ingredientes cozidos. Ainda hoje, quando se vai ao interior, podemos desfrutar dessa culinária.

Data: 18 de abril de 2007
Localização Geográfica: Lima, Peru
Interviewer: Ann Kaneko
Contributed by: Watase Media Arts Center, Japanese American National Museum

food fusion peru

Receba novidades

Cadastre-se para novidades por e-mail

Journal feed
Events feed
Comments feed

Apoie o projeto

Descubra Nikkei

O site Descubra Nikkei é um lugar once você pode se conectar com outras pessoas e assim participar nas experiências dos nikkeis. Para continuar a manter e expandir este projeto, nós precisamos da sua ajuda!

Maneiras de ajudar >>

Projeto do Japanese American National Museum

Patrocinador principal: The Nippon Foundation