Tendo pouco contato com asiáticos enquanto crescia na costa leste (Inglês)

Transcrições disponíveis nas seguintes línguas:

(Inglês) Quando eu tinha 9 ou 10 anos, eu ia todo o verão para Los Angeles, onde eu passava a temporada com meu primo e minha tia que moravam lá. Aquelas eram as únicas vezes que eu tinha qualquer contato com japoneses. Tinha um nipo-americano ... Na verdade, tem uma outra história ligada a isso. Depois eu te conto. Mas tinha um armazém japonês na Connecticut Ave. chamado Miyako. Tinha um restaurante ao lado, e aquele era o único restaurante japonês em Washington quando eu estava crescendo. Então a gente tinha que comprar comida japonesa cá e lá. Minha mãe fazia arroz, claro. Mas em geral, eu diria que cresci como um americano branco. Realmente, não tinha nenhum contato [com japoneses]. É por isso que ... Eu tinha te falado antes sobre a grande diferença que existe entre os nipo-americanos da costa leste e os da costa oeste. Quando eu estava crescendo em Washington, só tinha uma garota chinesa, e eu só vim a conhecer ela quando eu estava no sexto ano. Ou seja, eu não tinha muito contato [com asiáticos]. [Em Los Angeles,] eu passava meu tempo com meu primo, mas ele era uns 5 anos mais velho do que eu, e por isso a gente não passava tanto tempo juntos assim. Geralmente, eu passava o tempo com meus avós, ou com minha tia e meu tio.

Data: 12 de setembro de 2003
Localização Geográfica: Tóquio, Japão
Interviewer: Art Nomura
Contributed by: Art Nomura, Finding Home.

east coast FindingHome food identity Washington D.C.

Raízes Nikkeis: Mergulhando no Nosso Patrimônio Cultural

Leia as histórias Raízes Nikkeis >>

Receba novidades

Cadastre-se para novidades por e-mail

Journal feed
Events feed
Comments feed

Apoie o projeto

Descubra Nikkei

O site Descubra Nikkei é um lugar once você pode se conectar com outras pessoas e assim participar nas experiências dos nikkeis. Para continuar a manter e expandir este projeto, nós precisamos da sua ajuda!

Maneiras de ajudar >>

Projeto do Japanese American National Museum

Patrocinador principal: The Nippon Foundation