Começando a ficar com raiva (Inglês)

Transcrições disponíveis nas seguintes línguas:

(Inglês) Após o treinamento básico ou durante o treinamento básico, peguei uma licença e vim para Los Angeles e falava-se em evacuações, por isso ajudei minha mãe a fazer as malas e depois fui para a escola japonesa, onde fizemos nossos encontros de kendo e de escoteiros e via muitas pessoas se deslocando para as salas de aula e eu disse, "O que está acontecendo aqui?" Eu disse, "Essas são pessoas de Terminal Island, elas foram expulsas de lá. Não tinham nenhum lugar para ir, por isso elas estão aqui." Então eu disse: “Ei, por que foram expulsos?”

Sabe, foi quando comecei a pensar “algo está errado aqui” e acho que foi a primeira vez que meu sangue começou a ferver, eu acho. Mesmo no exército, antes disso, não tive problema – o treinamento básico, foram todos grupos misturados, tive um pouco de ROTC [Reserve Officers' Training Corps] e os escoteiros - tínhamos ordem de instrução, então mesmo o sargento sabia, era por isso que ele me tinha liderando todo o pelotão, como apenas um trainee, sabe, liderando o pelotão e tudo. Eu não senti qualquer tipo de discriminação no exército, é claro que mais tarde, eu me inscrevi para o treinamento de oficial, então me disseram "você não é elegível" e fui para uma aula para me tornar um oficial não-licenciado, mas havia uma leve indicação daquilo, eu disse, “acho que sou japonês e tudo mais”, mas não culpei ninguém, eu disse, “bem, a vida é assim mesmo”, sabe, mas foi na "expulsão" de Terminal Island, pode-se dizer, essa foi a primeira vez que comecei a sentir uma... Eu estava começando a ficar com raiva, podemos dizer.

Data: 25 de março de 2005
Localização Geográfica: Califórnia, Estados Unidos
Interviewer: Sojin Kim
Contributed by: Watase Media Arts Center, Japanese American National Museum

discrimination racism terminal island

Receba novidades

Cadastre-se para novidades por e-mail

Journal feed
Events feed
Comments feed

Apoie o projeto

Descubra Nikkei

O site Descubra Nikkei é um lugar once você pode se conectar com outras pessoas e assim participar nas experiências dos nikkeis. Para continuar a manter e expandir este projeto, nós precisamos da sua ajuda!

Maneiras de ajudar >>

Projeto do Japanese American National Museum

Patrocinador principal: The Nippon Foundation