Pai como prisioneiro de guerra no hospital (Inglês)

Transcrições disponíveis nas seguintes línguas:

(Inglês) Minha mãe fez várias ligações para ver se ela poderia visitar seu marido e então ela começou a visitá-lo todos os dias. E como ele estava cada vez mais fraco, ela perguntou às autoridades se ele poderia ser levado para um hospital e que quando ele se sentisse melhor seria reenviado à prisão. Foi o que eles fizeram. Mas o hospital era o único hospital na área, o Hospital de San Pedro – todos os marujos feridos em Wake Island [cenário de batalha no Pacífico] estavam sendo enviados para lá. Eles todos eram colocados no mesmo salão, e estavam todos feridos, sabe? E o meu pai estava no mesmo aposento e a sua cama era a única que tinha um lençol em volta onde estava escrito “Prisioneiro de Guerra”. Quando a minha mãe foi visitá-lo e viu aquilo ela achou que os americanos, os americanos feridos na guerra, iam bater nele. Então ela implorou ao hospital para colocar o meu pai em um quarto só dele – explicando que ele nunca sairia vivo daquele salão com os americanos.

Uma vez, nós, os filhos, pudemos visitar nosso pai. Foi em 13 de janeiro. O meu irmão gêmeo voltou para casa; ele estava cursando a universidade de Berkeley. Ele imediatamente – parece tão estranho – ele imediatamente se alistou no exército. A gente achou aquilo estranho. Aqui estava meu pai, tido como um espião, sabe, eles acham que ele é um espião e ele está na prisão e meu irmão entra para o exército americano. Ele ficou todo orgulhoso quando recebeu seu uniforme e fomos visitar o meu pai no dia 13 de janeiro. Quando meu pai viu meu irmão com o uniforme, ele começou a tremer. Ele achou que era alguém que vinha interrogá-lo. Meu irmão disse: “Ah, eu sou seu filho”. O meu pai não acreditou. Quando a gente viu como ele ficou amedrontado, nós dissemos: “Olha, é melhor irmos embora porque o papai parece estar com muito medo”.

Data: 16 de Junho de 2003
Localização Geográfica: Califórnia, Estados Unidos
Interviewer: Karen Ishizuka, Akira Boch
Contributed by: Watase Media Arts Center, Japanese American National Museum.

army discrimination racism World War II

Receba novidades

Cadastre-se para novidades por e-mail

Journal feed
Events feed
Comments feed

Apoie o projeto

Descubra Nikkei

O site Descubra Nikkei é um lugar once você pode se conectar com outras pessoas e assim participar nas experiências dos nikkeis. Para continuar a manter e expandir este projeto, nós precisamos da sua ajuda!

Maneiras de ajudar >>

Projeto do Japanese American National Museum

Patrocinador principal: The Nippon Foundation