O lado positivo do campo de concentração (Inglês)

Transcrições disponíveis nas seguintes línguas:

(Inglês) Tudo no campo podia ser visto como algo positivo. Cada pessoa que você encontrasse, pessoas que você nunca tinha visto antes, e você então descobre de qual cidade eles vieram, ou se eram agricultores ou pescadores ou o que fosse, sabe? Eu não via aquele tipo de experiência como algo negativo. Eu pensava – todo mundo passa por mudanças na vida. Afinal de contas, olha os nossos pais: eles deixaram seu país natal e vieram para cá. E nós saímos da nossa cidade para este campo e eu não achava que ... Eu dizia para as crianças da escola dominical: “A sua vida ainda nem começou. Vocês não fazem a menor idéia pelo que vão passar nos próximos cinco anos, ou dez anos, ou vinte anos...” Ou seja, eu queria prepará-los para que soubessem que o campo não era a pior coisa que poderia acontecer com eles. Mais tarde, quando eu aprendi sobre a escravatura e a maneira que os negros foram tratados, eu pensei comigo mesma: “Minha nossa! Como é que eu poderia reclamar quando outros foram tratados de forma muito pior...”

Data: 16 de Junho de 2003
Localização Geográfica: Califórnia, Estados Unidos
Interviewer: Karen Ishizuka, Akira Boch
Contributed by: Watase Media Arts Center, Japanese American National Museum.

camps discrimination incarceration internment racism World War II

Raízes Nikkeis: Mergulhando no Nosso Patrimônio Cultural

Leia as histórias Raízes Nikkeis >>

Receba novidades

Cadastre-se para novidades por e-mail

Journal feed
Events feed
Comments feed

Apoie o projeto

Descubra Nikkei

O site Descubra Nikkei é um lugar once você pode se conectar com outras pessoas e assim participar nas experiências dos nikkeis. Para continuar a manter e expandir este projeto, nós precisamos da sua ajuda!

Maneiras de ajudar >>

Projeto do Japanese American National Museum

Patrocinador principal: The Nippon Foundation