A histeria geral contra os japoneses em Nova York durante a Segunda Guerra Mundial (Inglês)

Transcrições disponíveis nas seguintes línguas:

(Inglês) Quando a guerra começou, ela [minha irmã] estava trabalhando, pelo que eu me lembro, para a Mitsubishi. Então, é claro, ela perdeu o emprego imediatamente. E seu marido também perdeu o emprego – ele estava trabalhando em um hospital – porque ele também era issei, um jovem issei. Os dois perderam o emprego. Eles ficaram sem ter o que fazer no apartamento deles em Nova York por um tempão, e foi só através da generosidade de seus amigos que eles conseguiram, pelo menos, arrumar algo o que comer. Eu tenho certeza que você já ouviu as pessoas que moravam em Nova York naquela época dizer que o prefeito Fiorello LaGuardia tinha anunciado que “as pessoas de descendência japonesa andam pelas ruas de Nova York ao seu próprio risco”. Ele não estava protegendo elas. Ele não ofereceu nenhuma segurança; ou seja, para elas era algo amedrontador. Eventualmente, à medida que a histeria foi diminuindo e a guerra ficou mais a favor dos Estados Unidos, eles foram geralmente deixados em paz – os japoneses que moravam em Nova York.

Data: 26 de agosto de 1998
Localização Geográfica: Virginia Estados Unidos
Interviewer: Darcie Iki, Mitchell Maki
Contributed by: Watase Media Arts Center, Japanese American National Museum

discrimination racism World War II

Receba novidades

Cadastre-se para novidades por e-mail

Journal feed
Events feed
Comments feed

Apoie o projeto

Descubra Nikkei

O site Descubra Nikkei é um lugar once você pode se conectar com outras pessoas e assim participar nas experiências dos nikkeis. Para continuar a manter e expandir este projeto, nós precisamos da sua ajuda!

Maneiras de ajudar >>

Projeto do Japanese American National Museum

Patrocinador principal: The Nippon Foundation