Institucionalização - um aspecto ruim do campo de concentração (Inglês)

Transcrições disponíveis nas seguintes línguas:

(Inglês) Eu acho que a falta de privacidade era algo muito importante. Era impossível ter qualquer tipo de privacidade. Isso é uma coisa que te afeta. Por essa razão [a falta de privacidade], era uma comunidade muito controlada. E quando você não tem o seu próprio espaço, isso te afeta. Foi uma coisa boa que aquilo tudo não durou muito mais porque, como uma das pessoas disse ao testemunhar na Comissão [para a Investigação da Relocação e Internamento de Civis em Tempos de Guerra], apesar de que [o encarceramento] durou [apenas] três ou quatro anos, as pessoas se acostumaram a viver uma vida institucionalizada, de terem outros cuidando delas. Isso levou a uma falta de disciplina, a uma falta de iniciativa da parte delas. Especialmente os isseis, que tinham perdido tudo. Eles não tinham nenhuma iniciativa para começar uma vida nova e ficou cada vez mais difícil [com o passar do tempo nos campos], de forma que eles ficaram com muito medo quando foi anunciado que os campos iam ser fechados. Eles estavam com medo de sair. Essa institucionalização foi um mal aspecto dos campos.

Data: 26 de agosto de 1998
Localização Geográfica: Virginia Estados Unidos
Interviewer: Darcie Iki, Mitchell Maki
Contributed by: Watase Media Arts Center, Japanese American National Museum

camps incarceration internment World War II

Raízes Nikkeis: Mergulhando no Nosso Patrimônio Cultural

O prazo para o envio de artigos até 30 de setembro.

Receba novidades

Cadastre-se para novidades por e-mail

Journal feed
Events feed
Comments feed

Apoie o projeto

Descubra Nikkei

O site Descubra Nikkei é um lugar once você pode se conectar com outras pessoas e assim participar nas experiências dos nikkeis. Para continuar a manter e expandir este projeto, nós precisamos da sua ajuda!

Maneiras de ajudar >>

Projeto do Japanese American National Museum

Patrocinador principal: The Nippon Foundation