Silvia Lumy Akioka

Silvia Lumy Akioka é sansei brasileira. Foi dekasegui aos 17 anos e em outra ocasião, bolsista na província de Fukuoka, quando publicou a série “O ano de uma brasileira no outro lado do mundo” - seu primeiro contato com este site. É admiradora da cultura japonesa e também gosta de escrever sobre outros temas em blogs. Esteve em Los Angeles como voluntária em 2012 e há 6 anos, é consultora oficial do Descubra Nikkei.

Atualizado em fevereiro de 2019

identity pt

O ano de uma brasileira no outro lado do mundo

Capítulo 9: Um passeio na neve de Hokkaido

Sapporo, capital da província de Hokkaido, é a quinta maior cidade do Japão. Sapporo já foi palco dos Jogos Olímpicos de Inverno em fevereiro de 1972 e ainda organiza eventos internacionais de esportes de inverno. Seus verões são frescos, o que acaba atraindo muitos turistas de outras partes do Japão para curtir suas temperaturas agradáveis, mas seus invernos são muito gelados e rigorosos. No inverno, a região atrai turistas do mundo todo para o seu maior evento anual, o Yuki Matsuri (Festival de Neve), que acontece durante uma semana do início ...

continue a ler

community pt

O ano de uma brasileira no outro lado do mundo

Capítulo 8: Lembranças de uma ex-dekassegui

Acabei relembrando os tempos como dekassegui, ao visitar uma cidade na qual ainda residem muitos deles, apesar da crise que também afetou este país. Foram apenas dois dias, mas que trouxeram lembranças de um período inteiro.

O dia começava bem cedo. Começava mais cedo ainda para minha querida mãe, que preparava com carinho nosso obentô.1 Que saudades de sua comida! Acordávamos cedo para esperar o ônibus da empreiteira. Levava cerca de quarenta minutos para chegar à fábrica e nesse percurso, o motorista passava pontualmente em vários pontos para buscar outros ...

continue a ler

identity pt

O ano de uma brasileira no outro lado do mundo

Capítulo 7: As estações do ano no Japão

O clima no Japão varia muito conforme as estações, possibilitando caracterizar bem cada uma delas. É difícil acreditar que houve dias em que passei bastante calor aqui. Mal saía do banho e já estava suando novamente. Eu havia deixado todas as blusas de gola alta, casacos e cobertores guardados, mas ultimamente tenho retirado tudo das gavetas para voltar a usar.

Em setembro, começou o outono (aki). É tempo de caquis e vale a pena experimentar o kurigohan (arroz com castanhas). Nesta época, a coloração das folhas das árvores varia desde o vermelho até amarelo e forma ...

continue a ler

identity pt

O ano de uma brasileira no outro lado do mundo

Capítulo 6: O lado gastronômico de Fukuoka.

A província de Fukuoka também é conhecida por sua variedade e qualidade gastronômica. No topo da lista dos famosos pratos está o “Hakata Ramen”. As características que dão o gosto especial ao Hakata Ramen são o caldo feito à base de carne e ossos de porco e a textura firme do macarrão, apresentando um cheiro bem forte. Recomenda-se comer o macarrão antes de se tornar demasiadamente macio. Além das coberturas básicas de fatia de porco assado e cebolinha picada, você pode escolher coberturas adicionais como gengibre, gergelim e pimenta. Em muitos restaurantes ...

continue a ler

identity pt

O ano de uma brasileira no outro lado do mundo

Capítulo 5: Lembranças de Hiroshima

Quando cheguei na estação de trem de Hiroshima, senti-me realizada por estar ali. Há muito tempo, guardava a vontade de conhecer essa região histórica e surpreendente do Japão.  Hoje, depois de ter conhecido, relembro com admiração e respeito tudo que senti e vi naquele lugar.  Claro que Hiroshima já voltou a ser uma cidade desenvolvida, mas o fato de ter passado por uma tragédia caracterizará para sempre o local. Quem ouve falar de Hiroshima, logo se recorda da primeira bomba atômica, apelidada de “Little Boy ”.
 

O famoso Castelo de Hiroshima foi totalmente destru ...

continue a ler