Tatiana Maebuchi

Nacida en la ciudad de San Pablo, es brasileña descendiente de japoneses de tercera generación por parte de madre y de cuarta generación por parte de padre. Es periodista graduada de la Pontificia Universidad Católica de San Pablo y bloguera de viajes. Trabajó en la redacción de revistas, sitios y asesoría de imprenta. Formó parte del equipo de Comunicación de la Sociedad Brasileña de Cultura Japonesa y Asistencia Social (Bunkyo), contribuyendo a la divulgación de la cultura japonesa.

Última actualización en julio de 2015

community en ja es pt

Yuba, una cultura diferente dentro de la comunidad Nikkei brasileña

NOTAS DEL EDITOR: En la década de los años 30, un grupo de inmigrantes japoneses se establecieron en una zona de Brasil llamada Aliança con la intención de establecer una colonia. Entre estos inmigrantes se encontraban Isamu Yuba y su familia. Con el tiempo, Yuba, junto con algunos amigos, compraron tierras en la zona. Tenían la visión de establecer su propia comunidad agrícola autosustentable, teniendo muy presente los valores de “cultivo, oración y arte". Su visión, con el tiempo, se convirtió en la comunidad Yuba.

Actualmente, la comunidad Yuba aún ...

lea más

business pt

Kizuna 2020: Bondad y solidaridad nikkei durante la pandemia de COVID-19

Pequenos negócios nikkeis enfrentam desafios na pandemia do coronavírus

São Paulo, capital. Centro econômico que reúne diversos estabelecimentos locais administrados por empreendedores nipo-brasileiros. Semelhanças e peculiaridades transparecem nos impactos decorrentes do surto de COVID-19 provocado pelo coronavírus. Como exemplo, quatro idealizadores de negócios compartilham suas experiências nesse cenário.

* * * * *

Família unida

“A pandemia fez com que nós nos uníssemos para trabalhar em família”, conta Cristiane Haruyama Sampei, idealizadora da confeitaria Na-Na-Ya Pâtisserie, na Vila Mariana. O marido a está ajudando em tempo integral, pois o segmento de Turismo – em que atuava – parou de modo geral. “Pensei em ...

lea más

business pt

Doce hobby: do sonho para a realidade

Fachada meiga, decoração geek. Pela porta, passa a pessoa que estava sendo aguardada. Num primeiro olhar, a expressão séria faz jus às responsabilidades de microempresária. Porém, em uma conversa mais informal, descobre-se outro lado: uma alegria de menina que ama o que faz. Caçula de três irmãos, Melissa Takami, de 34 anos, é fundadora e administradora da Moti Confeitaria.

A camiseta temática de anime indica o interesse pela cultura japonesa – que vem, principalmente, de suas amizades. “Sempre andei mais com orientais, não só com japonês, mas com chinês e ...

lea más

identity pt

Estereótipo, o erro de pensar que todos os nikkeis são iguais

Quando o assunto é sociedade, automaticamente se fala em história. As relações humanas são analisadas e discutidas por estudiosos desde a Antiguidade até os tempos atuais. O sociólogo britânico Stuart Hall, por exemplo, lembra que “as nações são sempre compostas de diferentes classes sociais e diferentes grupos étnicos e de gênero”.

O Brasil não seria diferente. Inclusive, o país é marcado pelo multiculturalismo, resultado da antiga sociedade escravocrata e de políticas de imigração, principalmente em relação à vinda de japoneses. Como fruto do trabalho árduo, os nipônicos conseguiram prosperar ...

lea más

culture pt

Técnica e arte japonesas dão formas e beleza à argila em Cunha

Conhecimentos adquiridos no Japão quando usados em argila têm o poder de criar, transformar. O nissei Marcelo Yoshinori Tokai, 46 anos, dedica-se justamente a isso, à arte da cerâmica. Descendente de Hokkaido e nascido em Mogi das Cruzes, São Paulo, o artista foi para a terra natal de seus pais aprofundar-se nas tradicionais técnicas e, mais tarde, seguiu para a cidade de Cunha (SP).

Aprendizado no Japão

“Eu e minha esposa Luciane Yukie Sakurada estudamos cerâmica no Japão, em Tochigi ken (‘província’), Mashiko machi (‘cidade’)”, localizada ao norte de Tokyo. A inspira ...

lea más