Sentindo-se em conflito como um pesquisador japonês estudando os nikkei (Japonês)

Transcrições disponíveis nas seguintes línguas:

(Japonês) Nos Estados Unidos, quando se faz este tipo de pesquisa eles perguntam: “O que pode fazer um japonês?”. Por isso, penso que realmente isto seria uma questão a resolver. Mas o que eu posso dizer é que, em relação à pesquisa, eu me incluo no tema, e isso significa que sou a pessoa mais indicada para expressar opiniões por ter vivido a experiência de ter sido discriminada, por exemplo. Mas o fato de não ter vivido e poder opinar através da visão de quem está do lado de fora, também é importante. Eu acho que só com a segunda situação também seria difícil, enfim, eu comecei a achar atualmente que essas duas situações são importantes.

Já passei por momentos em que estive questionando se eu seria uma pessoa devidamente capaciatada para realizar essa pesquisa, pois uma pessoa que viveu a experiência pode definir claramente as coisas, no nosso caso, lemos a história e tiramos nossas conclusões. Nesse caso a análise dos fatos é mais difícil e estamos sujeitos a uma má interpretação. Mas no caso contrário, pode ser que seja mais difícil definir claramente os fatos e a grande quantidade de exemplos que conheço poderia ser favorável. Enfim, acho que as duas posições são importantes e creio que podem ser úteis caso eu necessite. Finalmente, consegui me convencer disso, e isso é muito recente, tive dúvidas por muito tempo.

Bem, depois disso, eu não pude deixar de realizar este trabalho, porque para mim, as pessoas que tinham 70 ou 80 anos, passaram a ser meus tesouros, é por isso que eu não pude deixar isto. Muitas vezes, naquela época, esses Isseis com quem eu conversava, que me contavam as coisas, me pediam: “Por favor, pode deixar registrado isso em algum lugar? ” E isso, sim me fez pensar que eu tinha que fazer algo por eles. Mas ter como tema de pesquisa o ser humano, me fazia sentir um pouco de peso na consciência. E além disso, o fato de eu ser japonesa também pesou, enfim acho que esse tema eu já superei.

Data: 7 de outubro de 2005
Localização Geográfica: Califórnia, Estados Unidos
Interviewer: Ann Kaneko
Contributed by: Watase Media Arts Center, Japanese American National Museum

research

Este guia vai proporcionar a você as técnicas básicas necessárias para conduzir a sua própria entrevista de história oral

Enquete sobre a série Perguntas e Respostas do Descubra Nikkei

Participe da enquete >>

Kizuna 2020: Bondade e solidariedade nikkeis durante a pandemia da COVID-19

Leia as histórias e compartilhe as suas!

Mais do Que um Jogo: Esporte Nikkei

O prazo para o envio de artigos até 31 de outubro.

Leia as histórias Esporte Nikkeis >>

Receba novidades

Cadastre-se para novidades por e-mail

Journal feed
Events feed
Comments feed

Apoie o projeto

Descubra Nikkei

O site Descubra Nikkei é um lugar once você pode se conectar com outras pessoas e assim participar nas experiências dos nikkeis. Para continuar a manter e expandir este projeto, nós precisamos da sua ajuda!

Maneiras de ajudar >>

Projeto do Japanese American National Museum

Patrocinador principal: The Nippon Foundation