Select a primary language to get the most out of our Journal pages:
English 日本語 Español Português

We have made a lot of improvements to our Journal section pages. Please send your feedback to editor@DiscoverNikkei.org!

Nikkei Chronicles #4—Nikkei Family: Memories, Traditions, and Values

Até o último grão de arroz

Em 1995, após terminar a faculdade e um estágio de um ano no Japão, comecei a trabalhar em uma grande multinacional aqui no Brasil. Nosso almoço era servido no refeitório da empresa. Uma das conversas durante um dos almoços foi sobre o metabolismo do ser humano, que dizem ficar mais lento após os 23 anos. Eu com 24 anos já sentia os efeitos ganhando alguns quilos, mesmo comendo menos do que na adolescência. Uma das colegas de trabalho disse: “Para não engordar, basta não comer tudo que está no prato”. Como assim? Não comer tudo? Depois de anos descobri que, inconscientemente, eu comia tudo que tinha no prato. Até o último grão de arroz.

Nas histórias que ouvimos de nossos antepassados imigrantes japoneses são frequentes fatos  sobre as necessidades que todos passaram, em especial sobre a falta de alimentos. Grande parte dos imigrantes também chegava de áreas pobres do Japão, onde o alimento também não era abundante. Mesmo meu pai, já nascido no Brasil, conta que muitas vezes na juventude tinha somente uma maçã como refeição.

Felizmente para mim e minhas irmãs nunca faltou nada. Mas mesmo assim aprendemos que deixar comida no prato era Mottainai. Ouvia esta palavra principalmente de minha obaachan com quem eu morava, também nascida no Brasil, mas que teve a mesma vida difícil dos primeiros imigrantes. Acredito que não foi diferente na casa da maioria dos nikkeis brasileiros e de outros países que receberam imigrantes. Muitos devem entender Mottainai como desperdício, mas é algo muito maior. Não conseguimos traduzir ao pé da letra para o português, mas Mottainai seria não dar o valor real das coisas.

Netos e bisnetos das obaachans Mioco Sampei e Toyo Takeuchi reunidos em setembro de 2015

Acredito que uma das maiores heranças que recebemos de nossa família são os valores. E posso incluir o Mottainai entre eles. E por estar tão enraizado em meus valores, nem percebi que o praticava na alimentação, como se fosse algo óbvio. Como não comer tudo que está em nosso prato? Como deixar alimentos no prato que levaram um caminho tão longo para chegar até você e com tanta gente passando fome?

Mottainai talvez não é somente um valor passado por nossos antepassados. Podemos considerá-lo como um conceito. E por isso pode ser praticado por todos. Uma palavra que tem origem no Japão antigo, quando faltavam recursos de todos os tipos, ainda é bastante atual, pois pode ser aplicado ao estilo de vida de hoje, quando consumimos mais do que a natureza nos oferece, desperdiçamos nossas habilidades com coisas desnecessárias e perdemos nosso valioso tempo. Pesquisando um pouco na Internet, encontramos no Japão vários projetos, em especial na área ambiental, que utilizam a palavra Mottainai para conscientização.

Espero que meu filho reconheça a importância do Mottainai, seja como valor seja como conceito, e que outras pessoas também conheçam seu significado. Espero que possamos continuar passando valores que recebemos de nossos antepassados vindos do Japão, juntando isto ao melhor que nossos países, onde nascemos e crescemos, oferecem para tentarmos ser melhores pessoas. Assim acredito que possamos ter um futuro melhor para todos.

 

© 2015 Claudio Sampei

40 Stars

Nima-kai Favorites

Each article submitted to this series was eligible for selection as favorites of our readers and the Editorial Committees. Thank you to everyone who voted!

Brazil family mottainai Nikkei Chronicles Nikkei Family value

About this series

Nikkei family roles and traditions are unique because they have evolved over many generations, based on various social, political, and cultural experiences in the country they migrated to.

Discover Nikkei collected stories from around the world related to the topic of Nikkei Family, including the stories that tell how your family has influenced who you are, and allow us to understand your perspectives on what family is. This series introduces these stories.

For this series, we asked our Nima-kai to vote for their favorite stories and our editorial committee to pick their favorites.

Here are the selected favorite stories.

  Editorial Committee’s Selections:

  Nima-kai selection:

To learn more about this writing project >>

Check out these other Nikkei Chronicles series >>