Material contribuído por tatianamaebuchi

A origem

Tatiana Maebuchi

Desde a infância, fiz amigos tanto de diferentes ascendências como orientais – não só nipônicos, mas também descendentes de chineses e de coreanos. Hoje penso se o que nos aproximou foi o fato de nossas culturas de origem ser parecidas ou se nosso inconsciente nos fazia sentir mais confortáveis com …

Mescla nipo-brasileira que adoça e tempera

Tatiana Maebuchi

Quem passa pela Rua Estela, no bairro Paraíso, em São Paulo, talvez não imagine que uma casa de fachada verde guarde 26 anos de história. Localizado no número 257, o imóvel dá vida ao Kaeru Foods, um pequeno negócio aberto pelo casal nissei Masao e Ana Ishii. 

Kizuna 2020: Nikkei Kindness and Solidarity During the COVID-19 Pandemic

Pequenos negócios nikkeis enfrentam desafios na pandemia do coronavírus

Tatiana Maebuchi

São Paulo, capital. Centro econômico que reúne diversos estabelecimentos locais administrados por empreendedores nipo-brasileiros. Semelhanças e peculiaridades transparecem nos impactos decorrentes do surto de COVID-19 provocado pelo coronavírus. Como exemplo, quatro idealizadores de negócios compartilham suas experiências nesse cenário.

Doce hobby: do sonho para a realidade

Tatiana Maebuchi


Estereótipo, o erro de pensar que todos os nikkeis são iguais

Tatiana Maebuchi

Quando o assunto é sociedade, automaticamente se fala em história. As relações humanas são analisadas e discutidas por estudiosos desde a Antiguidade até os tempos atuais. O sociólogo britânico Stuart Hall, por exemplo, lembra que “as nações são sempre compostas de diferentes classes sociais e diferentes grupos étnicos e de …

Técnica e arte japonesas dão formas e beleza à argila em Cunha

Tatiana Maebuchi

Conhecimentos adquiridos no Japão quando usados em argila têm o poder de criar, transformar. O nissei Marcelo Yoshinori Tokai, 46 anos, dedica-se justamente a isso, à arte da cerâmica. Descendente de Hokkaido e nascido em Mogi das Cruzes, São Paulo, o artista foi para a terra natal de seus pais …

Raízes e lembranças no Vale do Ribeira

Tatiana Maebuchi

Foi na cidade de Registro, na região do Vale do Ribeira, em São Paulo, onde minha família por parte de pai se estabeleceu. Assim como muitos imigrantes japoneses. 

Doce e refrescante inspiração

Tatiana Maebuchi

Uma viagem mudou a vida de uma nikkei. A sansei Emília Tayra, ex-bancária de 60 anos, descobriu novos sabores em um doce com toque nipônico. Certa de que agradaria também o paladar dos paulistanos, principalmente os descendentes de japoneses, decidiu trazer a ideia diretamente dos Estados Unidos.

Uma tradição gastronômica de pai para filha e de nikkeis para brasileiros

Tatiana Maebuchi

Uma senhorinha sorridente atrás do balcão onde fica o caixa recepciona e agradece quem entra e sai do local, em meio ao bairro da Liberdade. Proprietária da tradicional pastelaria japonesa Yoka, Luiza Yokoyama, de 65 anos, guarda uma surpreendente história de família.

Michie Akama, uma educadora sonhadora à frente de seu tempo

Tatiana Maebuchi


Login or Register to join our Nima-kai

Informação

Sou brasileira descendente de japoneses de quarta geração (yonsei), jornalista e blogueira/vlogueira de viagens e cultura japonesa. Já trabalhei dentro da comunidade nipo-brasileira e acho importante divulgar a cultura do país de origem de minha família.

I'm Brazilian and forth generation nikkei (yonsei), journalist and blogger/vlogger (travel and Japanese culture). I've worked with the Japanese community and I think it's important to publish about the culture of the country where my family came from.

Interesses sobre os nikkeis

  • histórias comunitárias
  • festivais/matsuri
  • culinária japonesa/nikkei
  • bairros japoneses
  • taiko
  • identity

Receba novidades

Cadastre-se para novidades por e-mail

Journal feed
Events feed
Comments feed

Apoie o projeto

Descubra Nikkei

O site Descubra Nikkei é um lugar once você pode se conectar com outras pessoas e assim participar nas experiências dos nikkeis. Para continuar a manter e expandir este projeto, nós precisamos da sua ajuda!

Maneiras de ajudar >>

Projeto do Japanese American National Museum


Patrocinador principal: The Nippon Foundation