Satomi Takano Kitahara

Atualmente é Professora Adjunta do Departamento de Letras Clássicas e Orientais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Coordenadora do Setor de Língua Japonesa e Coordenadora do Programa de Intercâmbio Acadêmico Cultural Contemporâneo Brasil - Japão.

Possui Graduação em Estudos Luso-Brasileiros / Letras: habilitação em Língua Portuguesa pela Universidade de Estudos Estrangeiros de Tóquio; Mestrado pela Universidade de Tsukuba em Estudos Internacionais de Área – Curso de Estudos Latino-Americanos; foi bolsista da Fundação Memorial Ishizaka Taizo do Nippon Keidanren; obteve o título de Ph.D. pelo Programa de Sociologia da Universidade de Brasília; é Doutora em Sociologia.

É membro e fundadora do Setor de Língua Japonesa da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, assim como da Classe Internacional da Escola de Ensino Médio da cidade de Hamamatsu. Foi bolsista do Programa Fellowship de Estudos Japoneses da Fundação Japão. Vive no Brasil há 21 anos.

Atualizado em novembro de 2012 

identity en ja es pt

Crônicas Nikkeis #3 — Nomes Nikkeis: Taro, John, Juan, João?

Ter nome nikkei no Brasil

Eu leciono a língua e a cultura japonesa há mais de 15 anos na universidade e vejo que, hoje em dia, quase todos os alunos brasileiros sabem que a grande maioria dos nomes japoneses possui um significado. Todo início de semestre letivo, já me acostumei a escrever o meu nome Satomi em caracteres e explicar que “sato 聡” significa “sabedoria” e “mi 美” quer dizer “beleza” e que, ao longo dos anos, venho procurando corresponder à expectativa grande demais de meu pai ao escolher esse nome.

Nomes que viraram piada

Os brasileiros gostam demais de uma piada e, n ...

continue a ler

food en ja es pt

Crônicas Nikkeis #1 — ITADAKIMASU! Um Gostinho da Cultura Nikkei

Yaki-Saba Bento & Shime-Saba Sushi

Meu filho de 17 anos mora atualmente na Flórida, frequenta uma escola de ensino médio e passa o tempo inteiro dedicando-se às competições de golfe.

Como terminará o curso no próximo ano, chegou o momento decisivo de escolher a universidade onde irá estudar. E como parte do processo, neste verão, ele está percorrendo cada região da América do Norte, participando de torneios juvenis de golfe. Quando morava no Brasil, desde os 10 anos de idade, meu filho participava de torneios, tendo viajado pelo Brasil e América do Sul.

Entre os preparativos que ...

continue a ler