Tatiana Maebuchi

Nascida na cidade de São Paulo, é brasileira descendente de japoneses de terceira geração por parte de mãe e de quarta geração por parte de pai. É jornalista formada pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e blogueira de viagens. Trabalhou em redação de revistas, sites e assessoria de imprensa. Fez parte da equipe de Comunicação da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social (Bunkyo), contribuindo para a divulgação da cultura japonesa.

Atualizado em julho de 2015

community pt

Tokyo 2020 une nikkeis brasileiros

O Japão e o restante do mundo se preparam para a esperada Olimpíada de 2020 em Tokyo. A “Tokyo Gorin Ondo 2020”, a nova versão da música oficial dos Jogos Olímpicos de Tokyo, foi lançada no início de agosto e é interpretada pelos cantores Sayuri Ishikawa, Yuzo Kayama e Pistol Takehara. A letra da música e a coreografia foram recriadas com o conceito de Felicidade & Paz (“Happy & Peace”).

O gorin ondo (gorin significa “olímpico” e ondo é um gênero de música folclórica japonesa) teve grande repercussão no Brasil, na ...

continue a ler

culture pt

Do mangá e games para a caricatura

Daniel Sato, 35 anos, sansei, tem uma história bastante comum entre nikkeis brasileiros.

Fez curso de design gráfico durante seis meses “por conta de sonhos que a família coloca na nossa cabeça de que trabalhar com computação ficaria rico”. Também chegou a trabalhar como web designer que achava que “seria tudo de bom” durante um ano, mas descobriu que não era isso que ele queria. E decidiu seguir por outro caminho.

Influência de mangá e animes

“Comecei desenhar carros desde pequeno. Minha mãe dizia que com três anos já desenhava ...

continue a ler

education pt

Centro de Estudos Nipo-Brasileiros guarda a história da comunidade nikkei

No bairro da Liberdade, em São Paulo, existe um acervo muito rico envolvendo descendentes de japoneses e que é disponível ao público, desde livros com pesquisas acadêmicas até uma caixa cheia de waribashi (hashi de restaurante). Tal coleção pertence a uma instituição que foi criada por alguns intelectuais japoneses logo após o fim da Segunda Guerra Mundial.

Desde o início, conta com atividades de publicação e funciona 100% em japonês. O Centro de Estudos Nipo-Brasileiros (CENB)—ou Jinmonken, em japonês—tem um papel muito importante quando se trata de imigra ...

continue a ler

community pt

Um convite à tradição e fé

A família de minha mãe se estabeleceu na cidade que hoje é Álvares Machado, no oeste paulista. Comprou terrenos na região e acabou por ceder parte das terras para a construção de uma escola e do cemitério japonês. No local estão sepultados membros da família Ogassawara e que recebe uma tradicional celebração há quase um século.

Tradição de quase um centenário

A tradição do Shokonsai – que significa “convite às almas para a missa” – surgiu a partir da celebração da primeira missa, no dia 15 de julho de ...

continue a ler

culture pt

Mente, espírito, físico e tradição em artes

Conheceu as artes marciais por meio de seu pai que praticava judo e começou a treinar com 10 anos de idade. Conquistou o diploma de faixa preta no Brasil e teve a incrível oportunidade e a experiência de fazer treinos, seminários e estágios em Okinawa, onde recebeu a diplomação de professor pela Associação Okinawa.

Depois, recebeu ainda o diploma de 7º dan da faixa preta (professor sênior) e título de shihan (mestre) em Okinawa.

Esta é a trajetória de Flavio Vicente de Souza, 43 anos, bombeiro da Polícia Militar do ...

continue a ler