Norm Masaji Ibuki

O escritor Norm Masaji Ibuki mora em Oakville, na província de Ontário no Canadá. Ele vem escrevendo com assiduidade sobre a comunidade nikkei canadense desde o início dos anos 90. Ele escreveu uma série de artigos (1995-2004) para o jornal Nikkei Voice de Toronto, nos quais discutiu suas experiências de vida no Sendai, Japão. Atualmente, Norm trabalha como professor de ensino elementar e continua a escrever para diversas publicações.

Atualizado em dezembro de 2009

culture en ja es pt

Kizuna: Histórias dos Nikkeis sobre o Terremoto e Tsunami no Japão

Lembrando de 03/2011 em 2016: Tohoku no Shingetsu - Parte 2

Ler Parte 1 >> 

Quando vamos ter a chance de ver o filme aqui no Canadá?

Espero que neste outono no Festival Internacional de Cinema de Vancouver. Nós vamos inscrever o nosso filme no festival de cinema e esperamos que ele venha a ser selecionado na sua programação. O plano é que esta seja a estreia canadense em 2016.

A realidade é a seguinte: muitos filmes bons estão sendo feitos hoje em dia em todo o mundo, e não há garantia de que um filme vá chamar a atenção. O festival de Sundance teve 12,793 inscrições ...

continue a ler

culture en ja es pt

Kizuna: Histórias dos Nikkeis sobre o Terremoto e Tsunami no Japão

Lembrando de 03/2011 em 2016: Tohoku no Shingetsu - Parte 1

O dia 11 de março deste ano marca o quinto aniversário do terremoto e tsunami que devastaram a região costeira de Tohoku no Japão, arrasando cidades e aldeias, e mudando para sempre a vida local.

Como a cineasta de Vancouver Linda Ohama está se aproximando da conclusão do seu documentário sobre 03/2011, Tohoku no Shingetsu (“Uma Nova Lua Sobre Tohoku”), este é um momento importante para se fazer uma pausa e recordar as milhares de vidas perdidas e as dezenas de milhares que ainda estão em processo de recuperação.

Meu amigo Tsutomu ...

continue a ler

community en ja es pt

Kizuna: Histórias dos Nikkeis sobre o Terremoto e Tsunami no Japão

Quatro Anos Após 11/3: Não Bastam Lágrimas

Lembra de 11 de março de 2011?

Eu tinha acabado de acordar e estava me arrumando para a escola quando recebi uma ligação da estação de rádio CBC pedindo um comentário – quando eu ainda não tinha a menor idéia da tragédia que havia se abatido sobre a região de Tohoku no Japão, onde eu havia morado por nove anos.

Passaram na TV as primeiras imagens frenéticas e de pânico: as explosões na Usina Nuclear Daiichi em Fukushima; imagens apavorantes de prédios balançando, se despedaçando ...

continue a ler

media en ja es pt

“Acima de tudo, eu sou americano, e também sou negro” -- Jero, cantor americano de Enka

Hoje em dia, no universo tipicamente tradicional do enka japonês, não existe um novo artista mais popular do que Jero.

Desde que escrevi um artigo (“Jero e Eu” ) há alguns meses, eu fiquei profundamente intrigado com esse cantor nikkei americano que se tornou conhecidíssimo no Japão após o lançamento do seu primeiro CD, “Covers” (2008), seguido por “Kakusoku” (“Promise”, 2009) e agora “Covers 2”. Eu queria saber o que estava por trás de todo o furor na mídia.

O Japão adora o gaijin que quer se integrar à comunidade. O que faz ...

continue a ler

war en

Canadian Nikkei Artist

David Hayashida on his first visit to BC, euphemisms and life on "The Rock" - Part 2

Read Part 1 >>

Can you talk about how your career as an artist began?

I am turning 60 this year and it is my first piece on JCs. If Dr. Heather Read had not very kindly invited me to turn my decades old idea into reality, it might never have existed outside of my head. Also, my younger sister Charissa Alain Lilly (also an artist) just passed away and that difficult event has in many ways pushed me to want to do more JC pieces before the window closes on my opportunity to make an artistic contribution to the racism ...

continue a ler