Escolha o seu idioma de preferência para tirar o máximo proveito das páginas do nosso Jornal:
English 日本語 Español Português

Fizemos muitas melhoras nas seções do nosso Jornal. Por favor, envie-nos a sua opinião ao escrever para editor@DiscoverNikkei.org!

Crônicas Nikkeis #3 — Nomes Nikkeis: Taro, John, Juan, João?

Qual é o meu nome? Diana, Keiko, Ando-san, Sra. Ono, Diana-san, Tia Diana???

Agora que estou na casa dos 50, posso dizer que já passei por muitas mudanças de nome. Tendo crescido em Orange County [situado logo ao sul/sudeste de Los Angeles], eu era conhecida como Diana Keiko Ando até a faculdade, quando passei o meu primeiro ano no exterior na Universidade de Waseda, em Tóquio. Foi em 1976 que passei a ser chamada de Keiko. Este foi definitivamente um ano de mudanças positivas na minha vida! Eu me sinto tão sortuda de ter vivido no Japão. Eu dou grande valor à minha herança cultural japonesa e me sinto orgulhosa de ter um nome do meio japonês.

Eu passei por várias situações engraçadas desde então, porque algumas pessoas não se dão conta que Diana Ando também é conhecida como Keiko Ando—que são a mesma pessoa. É ainda mais confuso para nós mulheres porque depois do casamento algumas de nós mudam seus sobrenomes. Hoje, eu sou conhecida como Diana Keiko Ono.

Eu dou grande valor ao tempo que passei com a minha mãe, Tomiko Ando, trabalhando como voluntária no Festival de Obon Sushi Shift 2014 da Igreja Budista de Orange County. Eu me sinto honrada de fazer parte da Associação de Mulheres Budistas (Fujinkai) com a minha mãe e suas amigas. Nós sanseis temos sorte de aprender tanto com elas. Arigato!

Minha paixão durante o meu tempo livre é dar assistência aos jovens e idosos nipo-americanos aqui no Templo Budista de Orange County. A maioria das pessoas aqui me chamam de "Diana, Sra. Ono, ou tia Diana". Tenho sorte de que a maioria dos amigos da minha filha me chamam de "Tia Diana" e se sentem suficientemente à vontade para conversar comigo sobre todos os tipos de assuntos de suas vidas.

Eu não me sinto como aquela tia ou vizinha bisbilhoteira porque tenho realmente interesse em saber o que cada um dos jovens anda fazendo, o que eles desejam se tornar, seus objetivos e sonhos. Eu sempre digo: "você é jovem e há tantas oportunidades na vida, e você pode fazer o que quiser fazer!" No outro lado do espectro, os amigos kibeis e nisseis da minha mãe me chamam de "Diana-san", e eu me sinto sempre feliz de falar com eles sobre suas vidas e os acontecimentos na nossa comunidade. Eu acredito que a comunicação pessoal é muito importante, seja ela verbal ou escrita.

O meu ditado japonês favorito vem do Japão do século XVI: "Ichigo Ichie," ou [literalmente] "Uma vez, um encontro", que poderia ser traduzido como "viva a vida ao máximo e dê valor a cada momento porque ele pode ser o último". Se você me conhece, [sabe que] eu procuro aproveitar cada dia ao máximo e fazer com que cada dia seja importante. Assim como hoje, 28 de setembro de 2014, no workshop de redação do Descubra Nikkei do JANM [Museu Nacional Japonês Americano] na Igreja Budista de Orange County. Todos os presentes são realmente privilegiados de estarem aqui para aprender com Patricia Wakida, Yoko Nishimura e a equipe do JANM. Nós não sabemos se vamos nos encontrar de novo um dia, mas poderemos sempre lembrar com carinho esta tarde maravilhosa que compartilhamos juntos, aprendendo, rindo e escrevendo. Talvez um dia a gente vá ler uma história ou um livro famoso escrito por Kelly ou Elena, um dos nossos jovens futuros escritores.

Quer você me conheça como "Diana" ou "Keiko", me envie uma mensagem porque estou sempre interessada em compartilhar um momento apesar da nossa vida sempre corrida. Adoro conhecer pessoas e colocá-las em contato com outros amigos que possam ter interesses semelhantes. Eu sempre digo a todos que devem tentar aprender algo novo todos os dias, desafiar a si mesmos e compartilhar seu conhecimento com os outros.

A vida é muito curta para ficar sem fazer nada. Aproveite a vida ao máximo = "Ichigo Ichie".

 

© 2014 Diana Ono

103 Estrelas

Os Favoritos da Comunidade Nima-kai

Cada um dos artigos enviados a esta série poderia ser selecionado como um dos favoritos de nossos leitores e Comitês Editoriais. Agradecemos a todos que votaram!

california culture ichigo ichie identity janm Japan japanese american names Nikkei Chronicles Nikkei Names orange county orange county buddhist temple writing workshop

Sobre esta série

O que um nome quer dizer? Esta série apresenta histórias que exploram os significados, origens e as histórias ainda não contadas por trás dos nomes pessoais nikkeis. Estes podem incluir primeiros nomes, sobrenomes e até mesmo apelidos!

Para este projeto, pedimos à nossa comunidade Nima-kai para votar nas suas histórias favoritas e ao nosso Comitê Editorial para escolher as suas favoritas. Aqui estão as histórias favoritas:


  Seleções dos Comitês Editoriais:

  Escolha do Nima-kai

Para maiores informações sobre este projeto literário >>


Confira estas outras séries de Crônicas Nikkeis:

#1: ITADAKIMASU! Um Gostinho da Cultura Nikkei 
#2: Nikkei+ ~Histórias sobre Idiomas, Tradições, Gerações & Raças Miscigenadas~
#4: Família Nikkei: Memórias, Tradições e Valores 
#5: Nikkei-go: O Idioma da Família, Comunidade e Cultura  
#6: Itadakimasu 2! Um Novo Gostinho da Cultura Nikkei
#7: Raízes Nikkeis: Mergulhando no Nosso Patrimônio Cultural