Escolha o seu idioma de preferência para tirar o máximo proveito das páginas do nosso Jornal:
English 日本語 Español Português

Fizemos muitas melhoras nas seções do nosso Jornal. Por favor, envie-nos a sua opinião ao escrever para editor@DiscoverNikkei.org!

Crônicas Nikkeis #3 — Nomes Nikkeis: Taro, John, Juan, João?

Os Nomes Escolhidos

Quem é Mary Mieko Sunada? Começa com a minha certidão de nascimento. Uma menina nasce com o nome Mary Mieko Nakata em 1º de janeiro de 1948, à 1 hora da manhã, no endereço 1-4 Tanaka-machi Askusa Daito-ku, em Tóquio, no Japão. Meus pais são Yoneto Nakata de Sanger, na Califórnia, E.U.A., e Yaeko Niikura de Gumna-ken, no Japão.

Meu pai, Yoneto, foi o último membro da família Nakata. Ele não tinha irmãos ou irmãs. Após o parto, sua mãe ficou doente e sua família retornou ao Japão. Ele voltou aos E.U.A. após a morte dos seus pais. Ele foi convocado para o exército americano em 1941 e se ofereceu para trabalhar no Serviço de Inteligência Militar (MIS). Foi dispensado com honras em 19 de janeiro de 1946. Mais tarde, ele se casou com a minha mãe, Yaeko, e eu nasci em 1948. Ele morreu repentinamente em 28 de maio de 1948. Eu sou a sua única filha viva.

O meu pai queria que morássemos todos juntos nos E.U.A. Ele queria que eu tivesse um primeiro nome americano. Ele mesmo passou a usar o nome "James" para se encaixar na sociedade americana. Ele adorava filmes americanos e gostava de assistir os filmes com a Mary Pickford, sua atriz de cinema mudo favorita. Meu primeiro nome acabou sendo Mary.

Por ser um bebê "Oshogatsu" (nascido no Dia de Ano Novo), o meu nome do meio teve que se referir à maior festa japonesa. O meu pai escolheu o nome Mieko. Os kanjiis são: 美エ子.

Infelizmente, eu não me lembro do kanji que meu pai me deu para a letra "e". Eu não sei como escrevê-lo. Mas a tradução em inglês é "criança linda". Eu me tornei Mieko, sua linda menina nascida no começo de um novo ano.

O meu sobrenome, Nakata, seria a minha ligação com a nossa árvore genealógica. O kanji é 中田. 中(Naka) significa "no meio" ou "dentro". 田(ta) quer dizer "arroz" ou "arrozal". Juntando os dois, Nakata pode ser traduzido como "dentro do campo de arroz". Nakata é um nome japonês muito comum, como Smith ou Jones. Eu queria me reconectar com os meus parentes japoneses. Quando a minha mãe morreu do mal de Alzheimer em 30 de abril de 2013, ela me deixou o último endereço conhecido dos parentes do meu pai. Escrevi uma carta, e eles responderam lembrando do meu pai e da minha mãe, mas não de mim. Eu me senti perdida, sozinha e abandonada.

Quando me casei com John Sunada, eu me tornei Mary Mieko Sunada. Eu poderia ter mantido Nakata, o sobrenome do meu pai. Preferi não fazê-lo. Apesar do meu sobrenome ter sido mudado, as minhas recordações do meu pai não mudaram. Nossos filhos acabaram recebendo nomes para honrar o meu pai e outros membros da nossa árvore genealógica. A tradição de primeiros nomes americanos e nomes do meio japoneses seria perpetuada através dos nossos filhos. O filho mais velho se chama James Shizuto Sunada. James tem o nome do meu pai. Ele tem o cabelo ondulado negro do meu pai, olhos expressivos e um sorriso maravilhoso. Shizuto é o nome do meio do meu marido. Os dois têm personalidades tranquilas.

O mais novo se chama David Hiroshi Sunada. O nome David foi escolhido porque ninguém tinha esse nome na nossa família. David desenvolveu a sua própria personalidade. Hiroshi é o nome do irmão da minha mãe e do primo do meu marido. Eles se tornaram homens fortes e inteligentes. Embora a família Nakata tenha terminado comigo, a família Sunada me acolheu de braços abertos. Eu ganhei novas recordações e muitos outros parentes. Eu tenho a minha própria família, com os nossos filhos perpetuando o legado dos seus nomes.

 

* A autora trabalhou nesta história durante o workshop "Nomes Nikkeis", realizado na Igreja Budista de Orange County em Anaheim, na Califórnia, em 28 de setembro de 2014.

 

© 2014 Mary Sunada

150 Estrelas

Os Favoritos da Comunidade Nima-kai

Cada um dos artigos enviados a esta série poderia ser selecionado como um dos favoritos de nossos leitores e Comitês Editoriais. Agradecemos a todos que votaram!

culture identity MIS names Nikkei Chronicles Nikkei Names

Sobre esta série

O que um nome quer dizer? Esta série apresenta histórias que exploram os significados, origens e as histórias ainda não contadas por trás dos nomes pessoais nikkeis. Estes podem incluir primeiros nomes, sobrenomes e até mesmo apelidos!

Para este projeto, pedimos à nossa comunidade Nima-kai para votar nas suas histórias favoritas e ao nosso Comitê Editorial para escolher as suas favoritas. Aqui estão as histórias favoritas:


  Seleções dos Comitês Editoriais:

  Escolha do Nima-kai

Para maiores informações sobre este projeto literário >>


Confira estas outras séries de Crônicas Nikkeis:

#1: ITADAKIMASU! Um Gostinho da Cultura Nikkei 
#2: Nikkei+ ~Histórias sobre Idiomas, Tradições, Gerações & Raças Miscigenadas~
#4: Família Nikkei: Memórias, Tradições e Valores 
#5: Nikkei-go: O Idioma da Família, Comunidade e Cultura  
#6: Itadakimasu 2! Um Novo Gostinho da Cultura Nikkei
#7: Raízes Nikkeis: Mergulhando no Nosso Patrimônio Cultural