Escolha o seu idioma de preferência para tirar o máximo proveito das páginas do nosso Jornal:
English 日本語 Español Português

Fizemos muitas melhoras nas seções do nosso Jornal. Por favor, envie-nos a sua opinião ao escrever para editor@DiscoverNikkei.org!

Descubra Nikkei: Contribuições à Conferência COPANI XVI em 2011 - Parte 2 de 3

Leia a parte 1 >>

Os resultados apresentados na conferência COPANI foram de cinco países com o maior número de respondentes: Estados Unidos, Brasil, Peru, México e Chile. A maioria dos respondentes dos Estados Unidos eram do sul da Califórnia. Nos países latino-americanos, as respostas vieram principalmente das cidades com grandes comunidades nikkeis: São Paulo, Brasil; Lima, Peru; Cidade do México, México; e Viña del Mar, Chile.

Aqui estão alguns dos resultados mais populares da enquete nas nossas perguntas abertas com respeito à cultura, comunidade e identidade:


1. Qual é o prato nikkei mais popular na sua comunidade?

Clique para aumentar


2. Qual palavra/termo japonês você diria que os nikkeis usam mais frequentemente em conversas do dia a dia?

Clique para aumentar


3. Na sua opinião, qual é o festival nikkei mais importante na sua cidade?

Clique para aumentar


4. Diga o nome de um nikkei que você considera a pessoa mais conhecida na comunidade.

Clique para aumentar


5. Qual é a primeira palavra que vem em mente quando você pensa no Japão?

Clique para aumentar


Alguns pontos chaves: É interessante mencionar que em todos os cinco países, o prato nikkei mais popular é sushi preparado de acordo com a culinária local. No caso dos Estados Unidos, spam musubi e o rolinho de sushi à Califórnia são populares, enquanto que no México, creme de queijo da marca Philadelphia e abacate são adições comuns. Além disso, a palavra ou expressão arigato é usada em todos os cinco países, mas no Brasil a palavra daijyobu é regularmente usada, ao passo que no Peru okane estava entre as três respostas mais frequentes.

Dois objetivos desta enquete internacional foram os seguintes: proporcionar a cada comunidade o conhecimento sobre os diversos tipos de festivais nikkeis organizados em outros países, como também o aprendizado de outras formas de comemorar as culturas japonesa e nikkei. Por exemplo, o Festival do Japão é muito popular e é uma celebração tipicamente brasileira, enquanto que a Semana Cultural ocorre apenas no Peru, e o Obon e a Semana Nisei são realizadas nos Estados Unidos.

E finalmente, os dados da enquete revelam que os valores japoneses estão profundamente arraigados nas comunidades nikkeis nas Américas do Norte e do Sul, pois formam a primeira imagem que vem à mente quando membros das comunidades nikkeis pensam no Japão (por exemplo: valores como respeito, disciplina, ordem e honestidade).

Um dos mais importantes temas da conferência e uma pergunta na nossa enquete foi o significado do termo “nikkei”. O que a palavra “nikkei” significa realmente? O termo “nikkei” pode ser interpretado de várias formas, dependendo de certos contextos políticos, históricos e sociais. De acordo com a Enciclopédia dos Descendentes Japoneses nas Américas: Uma História Ilustrada dos Nikkeis (Kikumura-Yano, 2002), o termo “nikkei” se refere aos “indivíduos de origem japonesa e seus descendentes, os quais criaram comunidades únicas dentro de vários contextos nacionais por todo o continente americano”.

No entanto, na nossa pesquisa as respostas sobre o significado do termo “nikkei” podem ser agrupadas nas seguintes categorias: 1) laços sanguíneos, familiares, ou descendência; 2) tradições ou valores culturais japoneses; e 3) auto-afiliação ou auto-definição. Por exemplo, um nikkei dos Estados Unidos disse: “O nikkei é alguém de descendência japonesa. Eu sou sansei, o que me torna nikkei” (“Nikkei is someone of Japanese heritage. I am a sansei, that makes me a Nikkei”). Um nikkei no Brasil definiu o termo “nikkei” de acordo com a posse de valores culturais japoneses: “Alguém que entra em contato com e admira as tradições e costumes da cultura japonesa desde criança”.

Para muitos nikkeis, a definição do termo não pode ser incluída em categorias concretas, pois foram testemunhas de como a fluidez da cultura e identidade nikkeis influenciaram este termo construído socialmente. Um peruano nikkei explicou o termo “nikkei” da seguinte forma: “É difícil. Eu acho que ser nikkei não é mais apenas ter laços sanguíneos japoneses, mas também deveria envolver o aspecto dos valores, os aspectos culturais. Nós somos uma mistura de culturas, mas o nikkei vive em ambas as culturas; continuando a tentar resgatar os aspectos positivos da cultura japonesa e vivenciando-os com orgulho” (Difícil, creo que ser nikkei ya no es sólo ser descendiente de japonés por la sangre, sino que debe de involucrar también el aspecto de valores, aspectos culturales. Somos una mezcla de culturas pero el nikkei vive ambas culturas trata de rescatar aún los aspectos positivos de la cultura japonesa y vive orgulloso de ello).

É interessante notar que nos Estados Unidos, o termo “japonês-americano” foi a segunda mais popular definição de nikkei, e os termos sansei e yonsei (exemplo: sou da quarta geração, yonsei, japonês-americano) foram usados com maior frequência do que no Brasil, Peru, México, ou Chile. Além disso, nos países latino-americanos, ao descrever o significado da palavra nikkei, um membro da família foi frequentemente mencionado (exemplo: neto de imigrantes japoneses; meus pais eram japoneses).

Parte 3 >>

© 2011 Lindsey Sasaki

cancún COPANI food language mexico nima survey values