Iniciando o taiko nipo-americano do seu próprio jeito (Inglês)

Transcrições disponíveis nas seguintes línguas:

(Inglês) Não havia nada parecido por aí. E não havia professor. Havia um grupo de nós que ficamos juntos. Víamos filmes. Ouvíamos gravações. Víamos fotos, mas não havia professor. Então, isso foi uma coisa boa e uma coisa ruim. Levou mais tempo para evoluir e nos desenvolvermos. Mas por causa disso, isso nos tornou, após um longo período de tempo, mais confiantes e seguros do que estávamos tentando fazer, porque o que estávamos fazendo era o original. Estávamos apenas inventando conforme íamos procedendo, de qualquer forma. Não só estávamos compondo música, também estávamos produzindo os instrumentos, porque não podíamos pagar por nossos próprios taikos do Japão.

Então estávamos criando uma consciência peculiar. Mais uma vez, tudo isso foi totalmente inconsciente. Não é como, “Nós vamos desenvolver e fazer música nipo-americana. Nós vamos fazer instrumentos nipo-americanos. Isso é o que vamos fazer. Estabelecemos este objetivo para realizá-lo.” Nós não fizemos isso. Não tínhamos ideia. Agora posso dizer o que estou dizendo [que] é, inconscientemente, esse modelo evoluiu. Isso é o que é. Isso é o que veio a ser.

Data: 15 de outubro de 2004
Localização Geográfica: Califórnia, Estados Unidos
Interviewer: Art Hansen, Sojin Kim
Contributed by: Watase Media Arts Center, Japanese American National Museum

music taiko

Heróis Nikkeis: Pioneiros, Modelos e Inspirações

Leia as histórias Heróis Nikkeis >>

Receba novidades

Cadastre-se para novidades por e-mail

Journal feed
Events feed
Comments feed

Apoie o projeto

Descubra Nikkei

O site Descubra Nikkei é um lugar once você pode se conectar com outras pessoas e assim participar nas experiências dos nikkeis. Para continuar a manter e expandir este projeto, nós precisamos da sua ajuda!

Maneiras de ajudar >>

Projeto do Japanese American National Museum

Patrocinador principal: The Nippon Foundation