A reação da comunidade nipo-americana sobre a resistência ao recrutamento militar (Inglês)

Transcrições disponíveis nas seguintes línguas:

(Inglês) O tratamento dado a nós, penso eu, severo, acho que significava que queriam desencorajar outros resistentes [ao recrutamento]  a saírem do campo de concentração. Eles queriam ter certeza de que teríamos um monte de gente voluntariando ou entrando no serviço para o agrado da JACL [Liga de Cidadãos Nipo-Americanos] ou agrado da administração. Eu acho que foi quando ouviram falar de nós, acabaram dando o nome de “No-No boys1, também nos chamando de “draft dodgers” [aquele que foge do serviço militar] e “chicken” [frango] e outros nomes, “disloyal” [desleal] e assim por diante. Essa foi uma das razões pela qual pensei que seria melhor já falar para as pessoas saberem meus motivos, meus pensamentos sobre por que eu tinha tomado a posição que tomei. Porque ao longo desses anos, por cerca de cinquenta anos, ninguém havia me perguntado por que eu fiz isso, mas todos eles tiraram suas conclusões a partir do que leram no jornal.

1. Os “No-No Boys” receberam essenome por responderem “não”a duas perguntasde umquestionáriodadoaos nipo-americanosevacuadosem campos de concentração. A primeira dizia: “Você está disposto a servir às forçasarmadas dos EstadosUnidosemmissões de combate, seja onde for mandado?”. A segunda mencionavasobre renegarqualquer forma desubmissãoou obediênciaao imperadorjaponês ououtrogoverno estrangeiro.

 

Data: 25 de julho de 1997
Localização Geográfica: Washington, Estados Unidos
Interviewer: Larry Hashima, Stephen Fugita
Contributed by: Denshō: The Japanese American Legacy Project.

draft resisters World War II

Heróis Nikkeis: Pioneiros, Modelos e Inspirações

Leia as histórias Heróis Nikkeis >>

Receba novidades

Cadastre-se para novidades por e-mail

Journal feed
Events feed
Comments feed

Apoie o projeto

Descubra Nikkei

O site Descubra Nikkei é um lugar once você pode se conectar com outras pessoas e assim participar nas experiências dos nikkeis. Para continuar a manter e expandir este projeto, nós precisamos da sua ajuda!

Maneiras de ajudar >>

Projeto do Japanese American National Museum

Patrocinador principal: The Nippon Foundation