Envolvendo-se nos negócios da família aos 19 anos (Inglês)

Envolvendo-se nos negócios da família aos 19 anos (Inglês) A ética de trabalho do corpo, mente e espírito (Inglês) A discriminação no pós-guerra (Inglês) Pouca informação sobre o Havaí, no continente (Inglês) Família em primeiro lugar (Inglês) Sendo aceitos como uma família multiracial (Inglês) Ficando mais difícil preservar as tradições (Inglês) Ser "100% japonês" (Inglês)

Transcrições disponíveis nas seguintes línguas:

(Inglês) Quando eu tinha 19 anos, estava frequentando a Kapiolani Community College e meu pai ficou muito doente. Ele ficou no hospital por uns 5, 6 meses. E naqueles dias, eles costumavam dar-lhe remédios, o bastante de forma que ele ficava muito tonto e não sabia que hora do dia era, o que estava acontecendo... E eu costumava trabalhar para ele desde a 7ª série. Então, eu conhecia o negócio sendo visto do lado de fora, mas não realmente por dentro. Eu sabia como fazer a folha de pagamento e coisas do tipo, mas não sabia como estimar projetos ou como interpretar os projetos e coisas assim. Mas ele acabou me ligando. Ele me disse: "Leve-me para o hospital. Você tem que assumir a partir de amanhã." Então, quando estava com 19 anos, precisei fazer isso.

E eu tive muita ajuda dos seus concorrentes, como Bob Kaya, Eddie Nagao - eles me ajudaram a interpretar projetos. Eu fui à escola para aprender a interpretar projetos, direito empresarial e coisas assim. Mas, basicamente, eu não sabia o que estava fazendo nos primeiros 2 anos. Foi muito difícil porque cada negócio tem sua própria linguagem. Por exemplo, o carpinteiro me disse "Eu preciso de 4.000 metros lineares de sancas", então fui para a loja de materiais e peguei 4.000 pés de parafuso de sancas. Uma sanca tem uma polegada [cerca de 2,5 cm]. O pé de parafuso tem 12 polegadas [cerca de 30,5 cm]. Então, 12 multiplicado por 4.000 são quase 50 mil pés de parafuso. Comprei todo esse caminhão de coisas e todos estavam rindo, dizendo: "O que você está fazendo?". Então eles pegaram o que precisavam e disseram-me para levar o resto de volta. Eu estava muito envergonhado, pois estava levando tudo de volta para o mesmo lugar em que comprei.

Por isso, foi uma curva de aprendizado que tive de fazer, mas recebi muita ajuda... Naqueles dias, a concorrência era um pouco diferente de hoje.

Data: 1 de junho de 2006
Localização Geográfica: Havaí, Estados Unidos
Interviewer: Akemi Kikumura Yano
Contributed by: Watase Media Arts Center, Japanese American National Museum

bob kaya business construction eddie nagao

Kizuna 2020: Bondade e solidariedade nikkeis durante a pandemia da COVID-19

Leia as histórias e compartilhe as suas!

Mais do Que um Jogo: Esporte Nikkei

O prazo para o envio de artigos até 31 de outubro.

Leia as histórias Esporte Nikkeis >>

Receba novidades

Cadastre-se para novidades por e-mail

Journal feed
Events feed
Comments feed

Apoie o projeto

Descubra Nikkei

O site Descubra Nikkei é um lugar once você pode se conectar com outras pessoas e assim participar nas experiências dos nikkeis. Para continuar a manter e expandir este projeto, nós precisamos da sua ajuda!

Maneiras de ajudar >>

Projeto do Japanese American National Museum

Patrocinador principal: The Nippon Foundation