A comunidade japonesa em missão (Inglês)

Transcrições disponíveis nas seguintes línguas:

(Inglês)

Era bastante unida. Claro, havia facções diferentes, como a facção budista, facções cristãs, e algumas delas não acreditavam na associação de fazendeiros e não eram membros. Eles eram mais ou menos independents. Mas no geral, eles todos se agrupavam. Afinal de contas, a maioria deles pertencia à associação de fazendeiros japoneses, ou nokai, como eles eram chamados. E durante os encontros, é claro, eles se juntavam, discutiam as coisas, e resolviam suas diferenças. E se havia alguma [tragédia] com a família, tinha sempre mimaikin -- ou dinheiro de pêsames que era oferecido a eles.

E*: Certo. Então tinham os nokai, tinham os kenjikais diferentes. Havia muita socialização entre eles naquela época?

Bom, a maior parte da socialização era feita entre kenjinskenjins. Bom, se a pessoa é do mesmo distrito, é claro, você então vai ter um sentimento maior de intimidade ou vai ter mais coisas em comum. Nós éramos os únicos Wakayam-ken em Mission, então nós éramos geralmente deixados de lado. Mas lá, como eu disse no livro, tinha Fukuoka-ken, tinha Shiga-ken, tinha Tottori-ken, Hiroshima-ken, Kanagawa-ken.

* “E” representa o entrevistador (Norm Ibuki).

Data: 29 de octubro de 2005
Localização Geográfica: Toronto, Canadá
Interviewer: Norm Ibuki
Contributed by: Sedai, the Japanese Canadian Legacy Project, Japanese Canadian Cultural Center

Canada community farmers association kenjinkai organizations

Receba novidades

Cadastre-se para novidades por e-mail

Journal feed
Events feed
Comments feed

Apoie o projeto

Descubra Nikkei

O site Descubra Nikkei é um lugar once você pode se conectar com outras pessoas e assim participar nas experiências dos nikkeis. Para continuar a manter e expandir este projeto, nós precisamos da sua ajuda!

Maneiras de ajudar >>

Projeto do Japanese American National Museum

Patrocinador principal: The Nippon Foundation