Comendo arroz frio (Inglês)

Transcrições disponíveis nas seguintes línguas:

(Inglês) A minha mãe dava muito valor às tradições. Ela dizia que as meninas, quando se casassem algum dia, poderiam se casar com um homem pobre e aí não teriam condições de comer arroz quentinho. Por isso, quando eu era solteira a minha mãe nunca me deixou comer arroz quentinho. Eu sempre comi arroz frio, que tinha sido feito no dia anterior. E ela tinha razão, porque quando eu me casei com meu marido, ela era o mais velho. Minha sogra também era viúva, e meu marido estava ajudando a sustentar seus quatro irmãos. Como era de esperar, eu continuei comendo arroz frio.

Depois que a gente ficou por conta própria ... A minha mãe sempre dizia que quando ela se casou no Japão ela tinha que acordar às 3 da madrugada para trabalhar na fazenda. E ela não podia comer porque quando ela pegava uma segunda porção de arroz a sogra dela fazia cara feia. Todos os dias ela repetia aquela história enquanto comia. Por isso eu não conseguia comer, sabe? Eu não acho que ela fazia por mal. Mas mesmo depois que meu marido e eu passamos a morar na nossa própria casa, eu continuei a comer arroz frio.

O meu marido reclamava comigo. Ele dizia: “Agora você pode comer arroz quentinho”. Mas não, eu continuava a comer arroz frio. Eu diria que aquilo passou a ser uma parte da minha – eu peguei o hábito. Mas ochazuke, nós gostávamos de ochazuke—colocar chá quente...

Data: 19 de fevereiro de 2004
Localização Geográfica: Havaí, Estados Unidos
Interviewer: Lisa Itagaki, Krissy Kim
Contributed by: Watase Media Arts Center, Japanese American National Museum.

gohan rice

Este guia vai proporcionar a você as técnicas básicas necessárias para conduzir a sua própria entrevista de história oral

Heróis Nikkeis: Pioneiros, Modelos e Inspirações

O prazo para o envio de artigos até 30 de setembro.

Receba novidades

Cadastre-se para novidades por e-mail

Journal feed
Events feed
Comments feed

Apoie o projeto

Descubra Nikkei

O site Descubra Nikkei é um lugar once você pode se conectar com outras pessoas e assim participar nas experiências dos nikkeis. Para continuar a manter e expandir este projeto, nós precisamos da sua ajuda!

Maneiras de ajudar >>

Projeto do Japanese American National Museum

Patrocinador principal: The Nippon Foundation