Sentindo preconceito ao procurar emprego (Inglês)

Transcrições disponíveis nas seguintes línguas:

(Inglês) Fui para a faculdade júnior por um ano, mas - e gostei muito - fui aceito na UC Berkeley, mas meus pais disseram: "Sabe, não dá muito futuro ir para a faculdade," - porque você tinha que se tornar médico ou dentista e trabalhar na comunidade, era difícil conseguir empregos públicos.

E eu era muito bom e gostava de consertar carros, dirigi-los, “então por que você não vai para a escola de auto-mecânico?" Então fui, aprendi o ofício do mecânico e mesmo assim sentimos preconceito porque não podíamos participar do sindicato. Então você é obrigado a trabalhar em postos de serviço japoneses ou garagens, o que eu fiz. Devo confessar que foi um pouco chato. Eu não tinha futuro, talvez um dia eu administraria um posto de serviço ou uma garagem, ou algo assim. Mas então as convocações vieram em 1940 e "uau!" (Risos)

Data: 3 de janeiro de 2015
Localização Geográfica: Califórnia, Estados Unidos
Interviewer: Lily Anne Y. Welty Tamai
Contributed by: Watase Media Arts Center, Japanese American National Museum

442nd education mechanics prejudice veteran World War II

Heróis Nikkeis: Pioneiros, Modelos e Inspirações

Leia as histórias Heróis Nikkeis >>

Receba novidades

Cadastre-se para novidades por e-mail

Journal feed
Events feed
Comments feed

Apoie o projeto

Descubra Nikkei

O site Descubra Nikkei é um lugar once você pode se conectar com outras pessoas e assim participar nas experiências dos nikkeis. Para continuar a manter e expandir este projeto, nós precisamos da sua ajuda!

Maneiras de ajudar >>

Projeto do Japanese American National Museum

Patrocinador principal: The Nippon Foundation