O Barão Vermelho (Inglês)

Transcrições disponíveis nas seguintes línguas:

(Inglês) Eu acho que nós acabamos chamando de O Barão Vermelho. Ou algo assim. Tinha tudo a ver com o Von Richtho... o Brown era um cara canadense, que afirmou ter atirado em Von Richthofen, sabe. Foi baseado nessa história. E eu era o diretor de imaginação e diretor de arte. E o produtor associado realmente. Então, basicamente, fui lá antes do Roger para definir toda a cena e projetar todas as cabanas e juntar a equipe e tudo mais. E começamos a criar o roteiro do filme. Porque você tem que criar o roteiro, porque senão, é tudo baseado em miniaturas e, sabe, e câmera... Sabe, virar a lente da câmera para baixo em direções para as coisas em que você está trabalhando, em uma coisa chamada gimble. Sabe, que são esses modelos, onde você coloca esses atores, sabe. E eles estariam olhando para baixo assim e eles estão, na verdade, neste pequeno gimble com o ventilador, que está fazendo com que pareça que o vento está soprando. Mas é isso, é que todo esse tipo de coisas que eu conhecia por simplesmente fazer trabalho comercial e por fazer, sabe, apenas a minha própria maneira de trabalhar. Eu só tinha todas essas direções de câmera e tudo funcionando. E quando você cria o roteiro de todo o filme, então você tem tudo, uma espécie de, o filme basicamente feito, sabe. O diretor apenas segue isso. E os atores e tudo mais.

Então eu fiz uma segunda equipe. E fui em um helicóptero. E, mas antes de entrar no helicóptero... Havia dezesseis, quinze aviões no ar. Biplanos. E eles tinham que ser todos devidamente sinalizados de... Porque é perigoso, sabe, eles todos voando muito próximos. E por fazer flips [piruetas], toda fumaça estava saindo. E a câmera tinha que segui-los para baixo. É tudo orquestrado.... É coreografado no ar. E você conversa com seus pilotos antes disso. Com modelos, varetas, sabe. Uma grande comunicação. Então estava fazendo aquela comunicação de rádio e direcionando o helicóptero e é um papel muito importante. Agora, não me pergunte como fiz isso. Eu simplesmente fiz. Foi instinto. Instintivamente fiz isso e não houve acidentes nem nada.

Data: 29 de junho de 2012
Localização Geográfica: Califórnia, Estados Unidos
Interviewer: Chris Komai, John Esaki
Contributed by: Watase Media Arts Center, Japanese American National Museum

art director film

Este guia vai proporcionar a você as técnicas básicas necessárias para conduzir a sua própria entrevista de história oral

Heróis Nikkeis: Pioneiros, Modelos e Inspirações

O prazo para o envio de artigos até 30 de setembro.

Receba novidades

Cadastre-se para novidades por e-mail

Journal feed
Events feed
Comments feed

Apoie o projeto

Descubra Nikkei

O site Descubra Nikkei é um lugar once você pode se conectar com outras pessoas e assim participar nas experiências dos nikkeis. Para continuar a manter e expandir este projeto, nós precisamos da sua ajuda!

Maneiras de ajudar >>

Projeto do Japanese American National Museum

Patrocinador principal: The Nippon Foundation