Yoshitaro Amano: o retorno forçado ao Japão no navio de troca de prisioneiros (Japonês)

Transcrições disponíveis nas seguintes línguas:

(Japonês) Antes da guerra, Amano trabalhava com comércio exterior no Panamá. Quando os negócios iam bem, estendia para o Equador, Costa Rica e assim. Tinha também conhecidos no Peru, então depois de passar por Lima, foi até o Chile, comprou terras em Concepción e começou uma grande fazenda.

E*: Isso foi quando?

Foi antes da guerra. Até começar a guerra. E quando as relações entre os Estados Unidos e Japão começaram a ficar difíceis, ele mandou imediatamente a família – a primeira esposa e dois filhos – de volta ao Japão e, enquanto ainda estava no Panamá, detetives norte-americanos prenderam-no e, como se fala mesmo (risos). Ele foi encarcerado e depois mandado para os Estados Unidos, onde ficou quase 1 ano e depois retornou ao Japão no primeiro navio de troca de prisioneiros.

*”E”  refere-se à entrevistadora Ann Kaneko

Data: 18 de abril de 2007
Localização Geográfica: Lima, Peru
Interviewer: Ann Kaneko
Contributed by: Watase Media Arts Center, Japanese American National Museum

exchange ship gripsholm issei World War II Yoshitaro Amano

Receba novidades

Cadastre-se para novidades por e-mail

Journal feed
Events feed
Comments feed

Apoie o projeto

Descubra Nikkei

O site Descubra Nikkei é um lugar once você pode se conectar com outras pessoas e assim participar nas experiências dos nikkeis. Para continuar a manter e expandir este projeto, nós precisamos da sua ajuda!

Maneiras de ajudar >>

Projeto do Japanese American National Museum

Patrocinador principal: The Nippon Foundation