A decisão de ir para a América a convite do tio (Japonês)

Transcrições disponíveis nas seguintes línguas:

(Japonês) Do campo de concentração meu tio foi para o Colorado. Lá plantava beterraba e milho. Talvez o milho não fosse só para alimentação, acho que servia também como ração para cavalo, porque vendo umas fotos daquela época, o milho estava bem alto. E logo que acabou a guerra, eles voltaram para a fazenda.

Ocorre que meu tio tinha 2 filhas, ambas casadas, e o marido da filha mais velha era agricultor, mas sabe, meus tios eram pessoas antigas, acostumadas ao trabalho árduo, talvez não achassem que o genro seria capaz de tocar a lavoura. E começaram a procurar alguém. Por acaso, eu estava trabalhando na Prefeitura de Miyagi em um trabalho ligado à agricultura; assim começou a negociação com a minha mãe: “Você tem tantos filhos, me dá um dos rapazes”.

Eu tinha 2 irmãos acima de mim e um mais novo que eu, então conversaram e ficou decidido na última hora que eu iria. Foi assim de repente e eu não levei tão a sério. Eu vou para ver no que vai dar, pensei. Mas chegando aqui, achei melhor ficar por aqui mesmo. Assim...

Data: 8 de maio de 2007
Localização Geográfica: Califórnia, Estados Unidos
Interviewer: Mistue Watanabe
Contributed by: Watase Media Arts Center, Japanese American National Museum

Este guia vai proporcionar a você as técnicas básicas necessárias para conduzir a sua própria entrevista de história oral

Receba novidades

Cadastre-se para novidades por e-mail

Journal feed
Events feed
Comments feed

Apoie o projeto

Descubra Nikkei

O site Descubra Nikkei é um lugar once você pode se conectar com outras pessoas e assim participar nas experiências dos nikkeis. Para continuar a manter e expandir este projeto, nós precisamos da sua ajuda!

Maneiras de ajudar >>

Projeto do Japanese American National Museum

Patrocinador principal: The Nippon Foundation