Nikkei Chronicles #3 — Nikkei Names: Taro, John, Juan, João?

What’s in a name? This series introduces stories exploring the meanings, origins, and the untold stories behind personal Nikkei names. This can include family names, given names, and even nicknames!

For this project, we asked our Nima-kai to vote for their favorite stories and our editorial committee to pick their favorites.  

Here are the selected favorite stories. 

 

 Editorial Committee’s selections:

  Nima-kai selection:

To learn more about this writing project >>


Check out these other Nikkei Chronicles series:

#1: ITADAKIMASU! A Taste of Nikkei Culture
#2: Nikkei+ ~ Stories of Mixed Language, Traditions, Generations & Race ~
#4: Nikkei Family: Memories, Traditions, and Values 
#5: Nikkei-go: The Language of Family, Community, and Culture 
#6: Itadakimasu 2!: Another Taste of Nikkei Culture
#7: Nikkei Roots: Digging into Our Cultural Heritage

identity pt

Sou a Mitikó

Acho que os nomes japoneses soam estranhamente aos ouvidos brasileiros. Muitos deles estão relacionados também ao modo como foram registrados.

Ao pesquisar a chegada do meu avô, Seiji Shimoide, em terras brasileiras, eu descobri que quem traduziu (pessoa que sabe ler japonês), leu os ideogramas como sendo SHIMODE. Conheço outra família Shimoide, que não é parente nosso (veio de Hokkaido) que também deva ter seu nome traduzido como Shimode.

Com relação à minha família diretamente, nós morávamos em Minas Gerais e, para evitar pronúncia errada, meu pai registrou meus irm ...

Read more