Select a primary language to get the most out of our Journal pages:
English 日本語 Español Português

We have made a lot of improvements to our Journal section pages. Please send your feedback to editor@DiscoverNikkei.org!

OHAYO Bom dia

Capítulo 3: A primeira vez que tomei banho de ofuro

No verão dos meus 12 anos
Fui visitar vovó pela primeira vez
Pela primeira vez vi imensidão de pés de café
Pisei em terra vermelha pela primeira vez
Conheci tios que ainda não conhecia
Brinquei com meus primos pela primeira vez

E pela primeira vez tomei banho de ofuro
Vovó falou: Pode entrar primeiro
Na varanda mamãe não parava de falar
Fazia anos que não via seu pessoal

Me deparei com o latão de água
Será isto o tal do ofuro?
E se dentro estiver quente demais?
E se eu me afogar?...
E se...

Lua luzindo pela pequena janela
Que sensação de bem-estar...

Banho tomado
Me vesti e saí e Aaaahhh!
Um grito ecoou pela casa

Todo mundo em volta do ofuro
A boca aberta

O latão era um mar de espuma
Bolhas de sabão flutuavam
Feito barquinhos sobre as ondas

Meu primeiro banho de ofuro
Meu primeiro grande vexame.

© 2011 Laura Honda-Hasegawa

culture ofuro poem

About this series

Meus avós vieram do Japão há mais ou menos 100 anos. Eu nasci no Brasil. Por isso, quero servir de “ponte” entre o Brasil e o Japão. O Japão que está arraigado no meu coração é um tesouro que quero guardar para sempre.  E foi movida por esse sentimento profundo que escrevi a presente série.  (Bom dia em japonês é Ohayo)