Select a primary language to get the most out of our Journal pages:
English 日本語 Español Português

We have made a lot of improvements to our Journal section pages. Please send your feedback to editor@DiscoverNikkei.org!

O ano de uma brasileira no outro lado do mundo

Capítulo 4: Festivais japoneses no verão

O Japão é um país de muitos festivais tradicionais. Em geral, são chamados de Matsuri. Acredito que estes festivais sofrem alterações e adaptações de geração para geração, mas seus fundamentos básicos permanecem. Consegui perceber que os festivais japoneses são mais do que simples celebrações. São momentos bastante esperados pelas famílias, significando um tempo para apreciar o espírito de tradição e a cultura regional ou nacional.1

Um festival pode durar vários dias. Outro dia, estava lendo que existe o Festival Kanamura, no qual os japoneses desfilam carregando alegorias gigantes em formato de pênis. Um festival bem diferente!

Fiquei com a impressão de que existem os festivais conhecidos no mundo todo, como o Tanabata Matsuri; os festivais conhecidos mais no próprio Japão, por exemplo, o Hanagasa Matsuri e os festivais conhecidos regionalmente, que acontecem em comunidades menores. 

Em Fukuoka, onde estou morando, não é diferente e acontecem alguns festivais todo ano. Os mais famosos são Hakata Dontaku Minato Matsuri, ou simplesmente chamado de Hakata Dontaku, em maio, e Hakata Gion Yamakasa, em julho. Os festivais em Fukuoka foram os primeiros festivais que consegui assistir durante minha estada no Japão.

O Hakata Gion Yamakasa é o festival mais antigo de Fukuoka e atrai centenas de pessoas à cidade. Só os homens participam, separados em grupos de acordo com bairros da cidade de Fukuoka. Eles vestem roupas tradicionais para a festa. Basicamente, correm em grupos, carregando alegorias pesadíssimas enquanto gritam “Wasshoi, Wasshoi!”.  Ocorre revezamento entre os participantes e a platéia joga água, refrescando e incentivando a corrida.

O Hakata Dontaku também atrai mais de dois milhões de pessoas para seu desfile, que acontece na semana do feriado nacional chamado Golden Week.  Nós, estudantes, participamos do evento no grupo da Universidade de Kyushu.

Grupo da Universidade de Kyushu no desfile do Hataka Dontaku, maio de 2009.

Minha semana de férias coincidiu com a época dos festivais da região de Tohoku e então aproveitei para conhecer alguns – Niigata Matsuri, Sendai Tanabata Matsuri, Yamagata Nanagasa Matsuri e Shimonoseki Hanabi Taikai.

O Festival de Niigata é realizado na cidade de Niigata (província de Niigata) durante a primeira sexta-feira até o domingo, em agosto. O primeiro festival foi realizado em 1955 como a integração de quatro antigas festas. Durante o festival, o destaque é o desfile de dança folclórica, ao som de uma canção popular. Todos dançam a mesma coreografia, apesar de estarem divididos em grupos representando empresas, escolas e comunidades, enquanto a música é repetida diversas vezes.

O Festival Tanabata, também conhecido como Festival das Estrelas, acontece em todo o Japão em julho, mas o mais famoso é o de Sendai, que é capital da província Miyagi e a principal cidade da região Tohoku. Neste festival, são preparados grandes enfeites feitos de bambu e papel, que são espalhados em toda a região próxima à estação de Sendai. Também é tradição escrever um desejo em um pequeno papel, chamado de Tanzaku, e afixá-lo em ramos de bambus. No final do evento, queimam-se os papéis para que os pedidos cheguem até as estrelas e se realizem.

Enfeites do Tanabata Matsuri, em Sendai, agosto de 2009.

A origem do Festival é uma antiga lenda, que dizia sobre o amor de dois jovens que poderiam se encontrar apenas uma vez por ano, no sétimo dia do sétimo mês do calendário lunar, pois haviam sido separados pela Via Láctea. O Festival em Sendai acontece no mês de agosto, seguindo o calendário lunar e é uma famosa manifestação do folclore oriental. Outros eventos ocorrem durante o Festival, como fogos de artifício, desfiles, barracas de comida e músicas.  Os visitantes caminham pelas ruas, tiram fotos e admiram as cores e variedades de enfeites.

No Brasil, o Tanabata Matsuri é um festival bem conhecido entre a comunidade nikkei e pelos próprios brasileiros. Na cidade de São Paulo, é realizado todos os anos no bairro da Liberdade, no segundo final de semana de julho. Outras cidades também comemoram o Tanabata Matsuri, como Belo Horizonte, Niterói, Curitiba, Ribeirão Preto e Açaí.

Outro festival japonês, o Yamagata Hanagasa, atrai mais de um milhão de visitantes todo anos, durante seus três dias de festa. É comum citá-lo como um dos quatro maiores festivais da região de Tohoku, incluindo o Sendai Tanabata Matsuri, Aomori Nebuta Matsuri e o Akita Kanto Matsuri.

O hanagasa é um chapéu decorado com flores artificiais. Durante este festival, cada grupo de participantes veste um uniforme e dança sua coreografia, pela rua principal da cidade de Yamagata até chegar à antiga sede da prefeitura. A dança utiliza o hanagasa e a música, que apresenta batidas de taiko2, é repetida diversas vezes. Durante a música, os participantes gritam “Yassho! Makkasho!”.

Hanagasa Matsuri, em Yamagata, agosto de 2009.

Existem também os festivais de fogos de artifícios, que são chamados Hanabi. Acontecem em todo o Japão e eu fui assistir em Shimonoseki, na província de Yamaguchi. Ao mesmo tempo, a província de Fukuoka também solta fogos de artifício na cidade de Mojiko. Vale a pena conferir a localização das cidades mencionadas, no mapa do país. As duas províncias fazem parte de ilhas diferentes, mas nada é problema para locomoção no Japão. Há uma linha de trem que passa em um túnel dentro do mar. Não é incrível?

A duração dos fogos de artifício foi de 50 minutos, pontualmente, sendo que se você está em Yamaguchi, consegue ver os fogos de Fukuoka e vice-versa. Dizem que as duas províncias competem entre si. Os japoneses forram o chão para sentar, reúnem suas famílias, tiram fotos, comem e bebem, apreciando e elogiando as luzes e sons dos fogos de artifício. Algumas famílias levaram até barracas de acampamento por causa da garoa. Existem fogos com formato de carinha, de coração e de flor. Não lembro de já tê-los visto no Brasil.

Em todos estes festivais que ocorrem no verão é comum ver os japoneses (homens, mulheres e crianças) vestindo yukata, que é uma vestimenta japonesa típica de verão. É uma vestimenta menos formal que o quimono e também é usado em hotéis tradicionais ou após o banho em onsens.

Yukata

Deixando um pouco de lado os festivais de verão, ocorrerá em fevereiro o Yuki Matsuri, em Hokkaido. É uma festa dedicada à exposição de enormes esculturas feitas com gelo. Será que eu conseguirei ir?

Notes:
1. Do norte para o sul, o Japão está dividido em regiões chamadas: Hokkaido, Honshu, Shikoku e Kyushu. No caso de Honshu, ainda é subdivida em: Tohoku, Kanto, Chubu, Kinki e Chugoku.

2. Taiko é o tambor japonês.

© 2009 Silvia Lumy Akioka

brazilian in japan culture festival

About this series

Meus avós maternos deixaram sua terra natal Fukuoka, no Japão, em busca de uma vida melhor no Brasil. Assim como outros milhares de imigrantes, sacrificaram-se muito e devemos a eles nosso conforto e os valores transmitidos de geração em geração. É com muita gratidão, que deixo registrada nesta série a oportunidade que tive de morar como estudante em Fukuoka.